Home

21 de nov de 2011

O caminhar até Projeto Carbono Suruí

    Os índios Suruí lutam pela conservação de seus recursos naturais e trabalham para a implantação de projetos que visem à recuperação e ao fortalecimento de seu território.
    Na última década, os Suruí, orientados pela liderança Almir Suruí, elaboraram um plano estratégico de 50 anos de conservação, proteção e sustentabilidade de suas terras.
    A Terra Indígena Sete de Setembro, alvo do projeto, localiza-se próximo aos municípios de Cacoal e Espigão d’Oeste, no estado de Rondônia, e avança até o estado do Mato Grosso.  Tem área aproximada de 249 mil hectares e população de cerca de 1,3 mil habitantes.
    As novas tendências de valoração econômica dos recursos naturais, com o intuito de manter a floresta em pé para a produção de serviços ambientais, são alguns dos principais motivos que levaram à criação do Projeto Carbono Suruí.

    A seguir apresentaremos em imagens, as atividades feita pelas associações indígenas do Povo Suruí, até chegar no Projeto Carbono Suruí. Destacar extremo apoio dos Parceitos da Associação Metareilá.














  Destacando ainda que as imagens foram feitas a partir de uma apresentação do Almir Naraymoga Surui, apresentando seu povo.

Nenhum comentário:

Postar um comentário